Ponto de Vista - Marcos Antônio


O nosso entrevistado de hoje, é Marco Antônio de Almeida e Silva, 44 anos, policial militar, casado e pai de dois filhos. Marcos vem se destacando nas redes sociais pela coragem de questionar diversos assuntos, principalmente, quando se trata de política. Em 2014, causou polêmica após sugerir a mudança da bandeira da cidade, mobilizando um projeto de iniciativa popular que foi vetado pelo executivo. Por esse e outros motivos, ele é o nosso entrevistado da vez e vai nos dá o seu ponto de vista sobre diversos assuntos.


Venturosa360° - Com suas palavras, nos fale: Quem é Marcos Antônio?

MA-Um cara sonhador, que sonha com um mundo melhor, mais justo e solidário. Fui desde a minha adolescência militante nas causas sociais em nosso município, onde ajudei a fundar várias associações comunitárias em diversas comunidades, lutando principalmente por energia elétrica. Quando estudante, participei do Grêmio Estudantil da Escola Quitéria Wanderley Simões e fiz parte também do Grupo de Jovens da Paróquia de São José, participações essas que me ajudaram muito no meu crescimento como pessoa. Sou um cara que gosto do que é certo, sempre procuro ser justo e desejo que as pessoas também sejam assim comigo. Sou amigo verdadeiro, mas não tolero desconsiderações de ninguém. Tenho uma visão de futuro das coisas, pois acredito que não devemos parar no tempo. Quem me conhece sabe que gosto de cumprir com os meus compromissos e sabe também o quanto prezo por uma boa amizade, mesmo muitas vezes sendo incompreendido por alguns. Tenho personalidade, sou a mesma pessoa sempre e não mudo conforme as circunstâncias, pois esse foi o maior ensinamento que recebi dos meus pais, além da honestidade. Eu tenho muito orgulho disso, talvez seja por isso que muitos me detestam aqui em Venturosa, por ser essa pessoa verdadeira, corajosa e de posição firme”.   

Venturosa360° - Em relação a sua família, você se sente realizado? Por quê?

MA-Sim. Com toda certeza. Apesar do meu primeiro casamento não ter tido êxito, do qual nasceu Mylena, uma linda garota de gênio muito forte, hoje a minha segunda união com Ylma Maximo graças a Deus vem sendo muito abençoada. No final do ano passado tivemos a alegria de confirmar nosso amor perante Deus em Sua Casa. Deus nos presenteou três anos atrás com um lindo garotinho o qual estamos adotando e o batizamos com o nome de Marcos Naamã, que esse ano completará 4 aninhos de vida. Ele é a alegria do nosso lar, uma benção de Deus em nossas vidas. A família é à base de tudo, e eu sou muito feliz pela família que Deus me concedeu, pois tenho do meu lado uma mulher guerreira, forte e que me ajuda todos os dias no meu caminhar diário, ela é o meu porto seguro. Estamos casados no civil a mais de (7) sete anos e agora nos casamos na igreja, para completar a nossa felicidade. Por isso digo com todas as letras, hoje me sinto sim, um homem realizado completamente com relação à minha família”.


Venturosa360° - Questão profissional. Qual foi à maior dificuldade em sua carreira? Se você pudesse mudar o seu destino, deixaria a sua profissão por outra? (Caso sim, por qual?) (Caso não, por quê?)

MA-Pra ser sincero ainda hoje tenho dificuldades na minha profissão, mesmo com mais de 24 anos de carreira na PM ainda não me acostumei com a vida militar. Infelizmente me acomodei e não busquei outra profissão, e hoje estou pagando por isso, o que me arrependo muito, pois se estivesse buscado outra profissão estaria me sentindo melhor em outra área. Com certeza deixaria a profissão de policial por outra em que pudesse ficar mais tempo com a minha família, já que na vida militar temos que muitas vezes deixar o convívio familiar para assumir a nossa função, até mesmo em momentos festivos e de confraternização. Eu trocaria a vida de policial por uma profissão que me desse mais liberdade em minha vida diária, onde pudesse viver com mais tranquilidade e sem correr tantos riscos, o que é comum na vida militar. Uma profissão em que eu me sentisse bem”.


Venturosa360° - Uma de suas características marcante é a de não ter medo de falar o que pensa. Você já sofreu algum tipo de ameaça por essa questão?

MA- Não. Graças a Deus nunca sofri e espero nunca vir a sofrer ameaças por falar o que acho certo, ou criticar o que acho ser errado. Eu não tenho medo de falar o que penso porque procuro falar somente o que acredito ser o certo. Se muitos não gostam do que falo, penso ou posto nas redes sociais tem seu direito de não gostar e discordar, afinal de contas vivemos em uma democracia onde a Constituição Federal nos garante o direito de expressão. Como graças a Deus não tenho rabo preso com ninguém, falo sem medo nenhum. Mas uma coisa eu digo, nunca me verão falar ou postar algo denegrindo a imagem de quem quer que seja, pois o respeito para mim é essencial. Procuro me expressar somente para mostrar o que é certo e errado, sem agredir nenhuma pessoa, usando somente o meu direito de cidadão, mesmo que essa pessoa não concorde comigo, é um direito dela discordar. Como se diz: cada cabeça é um mundo!”


Venturosa360° - Com base em suas publicações no Facebook fica claro o seu amor por Venturosa. Comente um pouco dessa paixão por nossa terra, o que ela significa para você?

MA-Venturosa é o meu torrão querido, foi aqui onde cresci, estudei, cultivei amizades e acima de tudo construí a minha história. Eu amo a minha terra e tenho muito orgulho dela, gostaria que outros venturosenses também sentissem o mesmo orgulho que sinto. Amo tanto essa terra que sempre procurei ajudar para vê-la cada vez melhor. Sonho em vê-la sendo orgulho do seu povo, pois como diz o bordão da administração local: Venturosa, o bom mesmo é viver aqui! Eu tenho orgulho de ser venturosense!”


Venturosa360° - Como surgiu a idéia de mudar a bandeira da cidade?

MA- “A idéia de criar uma nova bandeira para o nosso município, surgiu após ver muitos venturosenses criticarem o atual pavilhão municipal, principalmente quando o mesmo era hasteado nas solenidades. Muitos dizem que a atual bandeira não tem nada a ver com a nossa história e cultura. Então vendo isso, pensei em criar um modelo o qual tivesse elementos que ajudassem a contar um pouco da nossa história e cultura, e foi assim que surgiu o modelo da nova bandeira, modelo esse que teve uma grande aceitação perante os venturosenses, tanto pessoas partidárias de um lado e do outro. Vocês e todos que acessaram o blog Venturosa 360º puderam conferir essa aceitação na enquete que o blog fez perguntando sobre a mudança da nossa bandeira, onde cujo resultado apontou que 83% dos votantes aprovavam a mudança. Pena que por causa da politicagem barata do Prefeito Municipal a mesma não foi aprovada. Mas não desistimos desse projeto e aproveito para desafiar o Prefeito a fazer uma pesquisa, já que eles gostam tanto desse meio, para perguntar ao povo de Venturosa se eles querem ou não trocar a bandeira? Pode ser que com isso eles percebam que o que apresentamos na Câmara Municipal foi simplesmente o desejo de muitos venturosenses. Em breve esse projeto vai voltar a Câmara Municipal, vamos só esperar as próximas eleições para vermos como ficará a composição da mesma. Não podemos desistir dos nossos objetivos”.


Venturosa360° - Ainda sobre a mudança da bandeira, você teve algum apoio político para lutar por essa mudança?

MA- “O único apoio político que recebi foi dos Vereadores da oposição (Dedê, Nêgo de Abílio, Nelcimar, Charlles de Tonho e João Henrique), que defenderam a aprovação da mesma na Casa. Fora eles não tive apoio de mais nenhum político venturosense, o que me deixou bastante chateado, pois eles sabiam dessa luta e nem sequer ofereceram ajuda, nem mesmo para assinar o projeto de lei de iniciativa popular, o primeiro projeto desse tipo apresentado na história da Câmara Municipal de Venturosa. Mas isso não foi empecilho de tocar o meu objetivo à frente”.


Venturosa360° - A sugestão de mudança da bandeira gerou muita polêmica na cidade, alguns se manifestaram a favor, e outros contra. Na sua opinião, por que o projeto foi vetado pelo prefeito Ernandes e não conseguiu o número suficiente de votos na Câmara de Vereadores para a aprovação da mudança?

MA- “Simples. Por que o Prefeito Ernandes Albuquerque Bezerra levou isso para o lado partidário, ou seja, da politicagem barata. Como é do conhecimento dele que fui eu que criei e estava lutando pela aprovação do projeto, e que estou sempre criticando as coisas erradas do governo dele, ele achou por bem vetar totalmente o projeto de lei, mesmo sendo assinado por mais de 1% dos eleitores do município, como prevê a Lei Orgânica Municipal. Ele na sua mensagem de veto enviada a Câmara alegou que o projeto de iniciativa popular, era contrário ao interesse público, aí eu pergunto: como que é contrário ao interesse público se foi assinado pelo povo? Essa justificativa aliada à outra que ele usou não justificou nada, o que ele fez foi apresentar uma justificativa totalmente sem fundamento, mas como infelizmente ele tem a maioria dos Vereadores do seu lado, comendo em sua mão, foi fácil reverter à votação que tinha aprovado o projeto de mudança da bandeira. Na primeira votação o nosso projeto teve o voto favorável de 2/3 dos Vereadores, ou seja, 8 votos, dos quais 3 votos foram dados por Vereadores do lado do Prefeito, os quais foram: Adelson Macedo (Presidente da Casa), Antonio Macedo e Valdir da Pedra Fixe. Mas como foi vetado totalmente o mesmo voltou à votação para ver se o veto era aprovado ou rejeitado. Como já era esperado os 3 Vereadores que votaram favoráveis, dessa vez mudaram rapidinho suas posições e votaram contra o projeto e favorável ao veto do Prefeito. Isso ocorreu com certeza por pressões que sofreram, como eles têm rabo preso tiveram que obedecer ao mandatário. Infelizmente hoje na Câmara Municipal de Venturosa um Vereador só aprova o que o governo quer, mesmo sendo em benefício do povo, se não for de interesse dele é reprovado sem constrangimento algum, pois para isso eles têm muita cara de pau. E isso tem que acabar em Venturosa. É uma pena que os eleitores que votaram nos Vereadores da base governista não vão assistir as reuniões para ver como agem esses ditos “representantes do povo”. Acredito que se os eleitores desses políticos fossem assistir eles em ação, com certeza jamais dariam um voto a eles, é vergonhoso ver um Vereador usar a tribuna para descaradamente defender os erros do governo municipal, só porque come nas mãos do Prefeito, e com isso tem medo de perder a mamata que recebem para defender o governo. Uma vergonha para o nosso município, não sei como esses homens andam ainda de cabeça erguida nas ruas da nossa cidade”.


Venturosa360° - Ficamos sabendo que você pretende se candidatar a vereador nas próximas eleições. Você confirma esta informação? (caso sim, explique o principal motivo por tomar essa decisão)

MA- “Sim. Estou pensando seriamente em entrar na disputa por uma cadeira na Casa Vereador Severino Viana da Silva em 2016. O principal motivo que me leva a pensar assim é ver pessoas que se dizem “representantes do povo”, entrarem na Câmara Municipal somente para usufruir do salário de Vereador e da posição, em benefício próprio e não da população e do município. Primeiro erro, é que gastam fortunas de dinheiro, até mesmo o que não tem, para se elegerem e depois querem tirar dos cofres públicos todo o dinheiro que gastou e até mais. Se eu for mesmo candidato, o que ainda não é certo. Pretendo gastar somente com o material de propaganda, não vou gastar um centavo em trocas de votos, sei que com isso terei poucos votos, mas ficarei feliz em saber que o pouco que vou ter será dado conscientemente, sem nada em troca, a não ser a minha disposição para trabalhar e ajudar o nosso povo e o nosso município. Como acredito que o cargo de Vereador e também dos demais, são cargos para servir o povo e não ser usado para se servir, decidi também que caso seja mesmo candidato vou registrar no Cartório local um documento, onde irei assinar me comprometendo com o povo de Venturosa, que caso seja eleito Vereador para representá-lo na Câmara Municipal, me comprometo a receber somente um salário mínimo por mês, doando o restante do salário de Vereador para a Pastoral da Criança da Paróquia de São José, como também para outros projetos sociais e associações comunitárias que estejam em pleno e regular funcionamento em nosso município. Farei isso porque sei o quanto é difícil para essas instituições desempenharem seus objetivos em nosso município, pois não recebem nenhuma subvenção por parte do governo municipal, como prevê a Lei Orgânica. Por que farei isso? Por que não vejo o cargo de Vereador como emprego ou meio de vida como muitos acham. Pelo que vejo em Venturosa, um salário mínimo está de bom tamanho para um Vereador pelo serviço que desempenha, já que é apenas duas reuniões no mês todo, o que não dá 6 horas de trabalho no mês, enquanto que um trabalhador tem que trabalhar mais de 6 horas em apenas um dia, para ter direito a um salário mínimo no mês. Isso eu não acho correto. Também sendo eleito vou apresentar como primeiro projeto a proposta para diminuir os salários dos Vereadores para um salário mínimo por mês, diferenciando somente os salários do Presidente da Casa, que ganharia dois salários mínimos e o do Secretário, que ganharia um salário mínimo e meio, pelas funções desempenhadas. Sei que é um projeto inaceitável por aqueles que concorrerão ao cargo, pois para muitos, o que importa é ter todo mês o salário gordo, sem trabalhar quase nada. É com essa intenção que muitos se candidatam. Eu tenho a consciência que se apresentar um projeto desses, ele será derrotado por todos, mas sendo eleito vou fazer a minha parte e o povo vai saber quem realmente quer servir a ele ou ser apenas servido”.  


Venturosa360° - Como você avalia a atual gestão do prefeito Ernandes? Justifique:

MA- “Como muitos avaliam, inclusive os próprios eleitores dele. Uma administração que está deixando muito a desejar, já que é nítido perceber que não temos nada de novo em nosso município. Infelizmente a grande maioria do nosso povo ainda não aprendeu a votar, ou votam por dinheiro ou partido, daí o resultado disso tudo, elegem um gestor despreparado e o pior de tudo sem nenhuma visão de futuro. Não vemos em nosso município nenhum projeto ou programa criado pelo governo municipal, ou é Federal ou é Estadual. Isso é muito ruim para o povo, pois o município fica estagnado, só esperando as outras esferas governamentais, e com isso paramos no tempo, ficando cada vez mais para trás com relação a outros municípios do mesmo porte que o nosso. Espero que o povo abra os olhos para isso e vejam que temos que eleger pessoas que tenham propostas que nos coloque à frente do desenvolvimento e não atrás”.


Venturosa360° - Como você avalia a atuação da Câmara de Vereadores de Venturosa? Algum(ns) vereador(es) merece(m) destaque por sua atuação? Qual(is)? Por quê?

MA- “Durante a tramitação do projeto de mudança da bandeira voltei a assistir as reuniões da Câmara Municipal, e para mim é vergonhoso ver certos Vereadores usarem a tribuna da Casa para descaradamente defender as coisas erradas do governo, somente porque são aliados e recebem benefícios para isso. Pelo menos temos um time de Vereadores na oposição que não se venderam e nem baixam a cabeça para o Prefeito e seu grupo, honrando os votos que receberam, mesmo com a maioria contra ainda desempenham um trabalho digno de aplausos. Mas como os aliados do Prefeito infelizmente são a maioria, fica muito difícil trabalhar e cobrar o que é certo dessa administração. Eu ainda sonho como muitos venturosenses também devem sonhar, em um dia ver a Câmara Municipal de Venturosa servindo exclusivamente ao povo, como deve servir, sem rabo preso com ninguém. Uma Câmara Municipal verdadeiramente independente e livre. Isso é possível!”

Venturosa360° - Em relação à administração de Venturosa:
O que não mudaria?Por quê?

O que você repudia? Por quê?

MA- “Essa é uma pergunta um tanto difícil de responder, pois não vejo nessa administração nada que pudesse deixar como está, e sim vejo o que muito precisa ser mudado, isso sim. Nessa administração precisa-se mudar muita coisa, não vejo nada de bom que deva continuar, precisamos de uma grande reforma na gestão municipal. Precisamos de uma gestão diferente que governe ouvindo o povo, não só nas campanhas políticas, mas no dia a dia da administração. O que repudio nessa administração é essa politicagem barata que está dividindo o nosso município, queremos um governo que junte e não separe, que faça por todos e não somente por alguns, isso é inaceitável nos dias de hoje. Um bom governante tem que governar para todos independentemente se votaram nele ou não. É triste ver pessoas se engajarem nas campanhas políticas, investindo dinheiro e mais dinheiro para depois de eleito o gestor, beneficiá-las com o dinheiro público. Isso tem que mudar e é fácil, é só a gente querer, ou seja, a maioria do povo. Pois nada muda se nós não mudarmos!”



Venturosa360° - Suas considerações finais:

MA- “Quero em primeiro lugar agradecer imensamente a equipe do blog Venturosa 360º, em especial ao amigo e primo Wellingthon Galindo, pelo honroso convite para abrir o ciclo de entrevistas do mesmo no ano de 2015. Para mim é gratificante poder usar esse renomado e premiado meio de comunicação virtual para expor as minhas idéias e pensamentos. Sei que muitos não irão gostar de ler o que escrevi, principalmente aqueles ligados diretamente ao governo municipal da nossa cidade. Mas não me preocupo com isso, pois a minha intenção é simplesmente de expor os meus pensamentos e não para agradar a “a” ou a “b”. Espero ter sido claro e objetivo nas minhas colocações, quero parabenizar a todos os que fazem parte desse blog, que a cada dia vem se destacando no mundo virtual, por divulgar matérias relevantes e mostrar os acontecimentos de forma responsável, não é a toa que foi premiado. Para mim é um grande privilégio poder fazer parte desse importante trabalho que vocês desempenham. Desejo muito mais sucesso em 2015 e que vocês possam alcançar seus objetivos. Um grande abraço e contem sempre comigo. Obrigado!”

MARCOS ANTÔNIO









O Venturosa360° deixa o espaço aberto a todos que queira manifestar o seu ponto de vista. Interessados procurar a equipe responsável.
Share on Google Plus

About Wellingthon Galindo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui a sua opinião sobre a matéria ou sobre o Blog: