No Brasil, apenas 16 escolas têm todo o corpo docente formado na área em que lecionam


Entre as mais de 14,7 mil escolas brasileiras de ensino médio que participaram do Enem 2013, apenas 16 delas tem o corpo docente inteiro formado por professores que atuam na área em que se graduaram, isto representa apenas 0,1%. Nos quase 100% das escolas, ou seja, em 99,9% há professores atuando fora da disciplina em que se especializaram, como por exemplo: professores de Matemática lecionando Física e Química.
Das 16 instituições listadas, apenas quatro são públicas e todas têm menos de 200 alunos.
Em termo geral, segundo um levantamento feito pelo movimento Todos Pela Educação, 52% dos professores não atuavam na área em que se formaram em 2013. Considerando só os anos finais do Ensino Fundamental, essa porcentagem sobe para 67,2%. O pior resultado é na disciplina de Artes, em que apenas 14,9% dos professores têm formação específica.
De acordo com a meta 15 do Plano Nacional de Educação (PNE), todos os professores da Educação Básica devem ter formação específica de nível superior, obtida em curso de licenciatura na área de conhecimento em que atuam. Além disto, o item prevê que, em até um ano de vigência do PNE, os governos garantam uma política nacional com esse objetivo.
Confira a lista das 16 escolas brasileiras com todo o corpo docente formado na área em que atua:
Colégio Estadual Padre Rômulo Zanchi – Santa Maria (RS)
Colégio Universitário – Porto Alegre (RS)
Colégio Marco A. Pimenta – Maringá (PR)
Sesi – Centro Educacional – São Carlos (SP)
Colégio Ítaca – São Paulo (SP)
Instituto Metodista de Petrópolis – Petrópolis (RJ)
Colégio e Curso Gau – Rio de Janeiro (RJ)
Sistema Elite de Ensino – Niterói (RJ)
Sistema de Ensino Universus – Rio de Janeiro (RJ)
Associação Jesuíta de Educação e Assistência Social – Juiz de Fora (MG)
Colégio La Salle – Brasília (DF)
Colégio Intelecto – Feira de Santana (BA)
Colégio Estadual Benedito B do Nascimento – Umbauba (SE)
Colégio Interativo – Maceió (AL)
Colégio Equipe – Macapá (AP)
Escola Estadual Marcantonio Vilaça – Manaus (AM)


Fonte: Revista Escola
Share on Google Plus

About Wellingthon Galindo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui a sua opinião sobre a matéria ou sobre o Blog: