Os provérbios mais populares do Brasil

Quem nunca ouviu um provérbio popular? Quem nunca falou um antes? Quem nunca o levou como lição, ou como um conselho? Pois bem, os ditados populares fizeram parte de nossas vidas, seja de uma forma ou de outra, eles participaram da nossa formação. Por isso fizemos uma pesquisa para enumerar os provérbios mais conhecidos no Brasil. Confira a lista abaixo:

Em casa de ferreiro, espeto de pau.
Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas.
Em terra de cego, quem tem um olho é rei.
Gato escaldado tem medo de água fria.
Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.
Nada como um dia após o outro.
Não adianta chorar sobre o leite derramado.
Não conte com o ovo no “fiofó” da galinha.
Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe.
Não há marcas que o tempo não apague.
Nem tudo que reluz é ouro.
Os últimos serão os primeiros.
Pense rápido, fale devagar.
Quem desdenha quer comprar.
Quem espera sempre alcança.
Quem não tem cão caça com gato.
Quem ri por último ri melhor.
Quem semeia ventos, colhe tempestades.
Quem tem boca vai a Roma.
Quem tem pressa come cru.
A união faz a força.
Agora, Inês é morta.
Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.
Antes tarde do que nunca.
Aqui se faz, aqui se paga.
As aparências enganam.
Cada cabeça, uma sentença.
Cada macaco no seu galho.
Cão que ladra não morde.
De grão em grão, a galinha enche o papo.
Depois da tormenta, sempre vem a bonança.
Desgraça pouco é bobagem.
Dizei-me com quem andas e eu te direi quem és.
É melhor não cutucar a onça com vara curta.
É melhor prevenir do que remediar.
É na necessidade que se conhece o amigo.
Em boca fechada não entra mosca.
Quem procura acha.
Cavalo dado não se olha os dentes.
O seguro morreu de velho.
Share on Google Plus

About Venturosa Trezentos

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui a sua opinião sobre a matéria ou sobre o Blog: