Falta de alunos faz AESA fechar pela primeira vez em 30 anos o 1º período de três cursos



A falta de procura pela carreira docente vem diminuindo drasticamente no país, um dos fatores que contribui bastante é pela desvalorização por parte dos órgãos governamentais. Com isso, teremos um futuro incerto. Como será um país sem docentes?
         Em nossa região, uma das faculdades que mais forma docente, hoje passa por dificuldades devido à falta de procura. A Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde – AESA sofre para formar turmas. Até a semana passada, apenas 1.070 alunos tinham efetuado a matricula para o segundo semestre de 2016. Para a administração da Autarquia, a expectativa é que o número de matrículas fique em torno de 1.400 a 1.500 alunos, cerca de 16% a 20% abaixo do número de estudantes do primeiro semestre.
No ultimo Vestibular, 222 alunos passaram, mas nem todos ainda fizeram a matrícula. Com essa baixa quantidade, pelo menos três cursos terão os 1° períodos extintos, que são: Letras, História e Geografia. No início das aulas, isto será a primeira vez em 30 anos de história.

Na AESA, além do desinteresse pela carreira docente, outro fator contribuiu para a escassez de alunos. A falta de condições financeiras, já que foram canceladas as novas bolsas do Proupe, o mesmo já completou cinco meses de atraso nos pagamentos das bolsas por parte do Governo de Pernambuco.
Share on Google Plus

About Venturosa Trezentos

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui a sua opinião sobre a matéria ou sobre o Blog: