FI-FGTS libera R$180 milhões que serão usados para implantação de 8 parques eólicos em Pernambuco, incluindo Venturosa

Imagem: Folha de PE

O comitê de investimento do fundo que usa dinheiro do FGTS para aplicar em infraestrutura liberou R$ 303,7 milhões para o setor de energia. Nesta quarta-feira(29), decidiu ampliar em até R$123,7 milhões  a participação na Alupar, holding que atua nos segmentos de transmissão e geração de energia elétrica. Assim como também, aprovou o financiamento de até R$ 180 milhões, por meio de emissão de debêntures, para a Ventos de São Clemente.
Os recursos destinados ao complexo Ventos de São Clementes serão utilizados para a implantação de oito parques eólicos em Pernambuco, no entorno dos municípios de Caetés, Capoeiras, Pedra e Venturosa. A Ventos é uma companhia de capital fechado, controlada pelo Fundo de Investimentos em Participações Salus, que por sua vez tem como controlador o Fundo de Investimento Multimercado Salus. O restante do capital é da Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco).
Conheça um pouco mais sobre a usina de energia eólica em nossa região:
A Casa dos Ventos irá injetar 216,1 Megawatts (MW) no sistema elétrico brasileiro. O recém-inaugurado Ventos de São Clemente compreende os municípios de Caetés, Venturosa, Pedra e Capoeiras, e passa a ser o maior complexo eólico do Estado com um total de 126 aerogeradores.
O complexo Ventos de São Clemente tem a capacidade de gerar energia suficiente para abastecer cerca de meio milhão de casas, além disso beneficia cerca de 100 famílias da região que se tornaram parceiras da companhia, através do arrendamento de terrenos para a implantação do complexo. Esse modelo de parceria permite às famílias preservar a propriedade e o uso da terra para suas atividades agrícolas, e ainda permite receber mensalmente uma quantia de participação do lucro calculada a partir da energia gerada. No caso de São Clemente, estima-se em R$ 2,5 milhões o total pago anualmente aos moradores, valor que deve estimular a economia local.
Fonte: Isto É, Folha de Pernambuco
Share on Google Plus

About Wellingthon Galindo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui a sua opinião sobre a matéria ou sobre o Blog: