Papa Francisco lamenta que crianças sejam instruídas na escola a escolher gênero.


O Papa Francisco lastimou durante uma conversa com bispos da Polônia que as crianças aprendam na escola que podem escolher seu gênero. As declarações foram feitas na semana passada, durante a visitação do Papa a Cracóvia, e divulgadas nesta ultima terça-feira (02/08) pelo Vaticano.

Ao rebater a uma pergunta sobre o caso dos refugiados na Europa, Francisco falou que a genealogia do problema é a "exploração de pessoas" e que “estamos vivendo um período de aniquilamento do homem como imagem de Deus”. De acordo com ele, por trás disso há uma “colonização ideológica” em distintos países, como na Europa, América Latina, África, nos Estados Unidos e alguns países asiáticos.


A questão da escolha de gênero foi mencionado como um exemplo desta “colonização”.

“Uma colonização ( eu vou falar isso abertamente com nome e sobrenome ) é o gênero”, afirmou. “Hoje as crianças (as crianças!) na escola se doutrina isso: que cada um pode escolher o seu sexo. E por qual motivo ensinar isso? Porque os livros são daquelas pessoas e estabelecimentos que lhe dão dinheiro. É a colonização ideológica, também amparada pelos países influentes. E isso é desprezível”, acresceu o Papa, sem se aprofundar ao tema.



Share on Google Plus

About Maiky Bezerra

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui a sua opinião sobre a matéria ou sobre o Blog: